AEI NEWS

Uma publicação da AEI Associação Espírito Santense de Imprensa

Fotografias doadas ao Arquivo Público registram o cotidiano de Famílias Pomeranas no ES

Famílias Pomeranas no Espírito Santo

 

Uma coleção de fotografias que mostra o cotidiano de famílias pomeranas no Espírito Santo foi doada ao Arquivo Público do Estado pela historiadora Regina Rodrigues Hess. As imagens apresentam as casas, lavouras, atividades religiosas e festividades, trazendo à cena aspectos da identidade e cultura dos imigrantes. Os pomeranos, que chegaram ao Brasil a partir da segunda metade do século XIX, têm hoje a sua língua oficializada, junto ao português, em cinco municípios capixabas.

 

Famílias Pomeranas no Espírito Santo

 

A Pomerânia era um espaço limítrofe entre a Europa e o Mar Báltico. A historiadora Cione Marta Raasch Manske, no livro “Pomeranos no Espírito Santo”, destaca que o solo fértil, a diversidade hídrica e a localização estratégica desencadearam disputas pela posse da terra no século X, deixando-a marcada por guerras, epidemias e fome. A imigração, neste contexto, mostrou-se como uma opção para a sobrevivência. Durante um período prolongado, diferentes guerras devastaram o local. Em 1720 o território é conquistado pela Prússia, que em 1817 institui a Província Prussiana da Pomerânia.

 

Famílias Pomeranas no Espírito Santo

 

No século XIX, conforme destaca a autora, mudanças políticas, econômicas e sociais contribuíram de forma significativa para o agravamento da situação de crise. A instabilidade social gerada pelo desemprego impulsionaram os pomeranos a imigrarem para o Brasil, primeiramente em Santa Catarina e no Espírito Santo, aonde desembarcaram na década de 1850.

Acervo fotográfico

Para conhecer essas e outras fotografias que fazem parte da memória capixaba o Arquivo Público dispõe de um banco com aproximadamente 50 mil imagens. Nelas há registros dos atos oficiais dos governadores, paisagens, arquitetura urbana, festas populares, dentre outros temas. A pesquisa e digitalização dos documentos podem ser solicitadas na sala de consultas do APEES, na Rua Sete de Setembro, 414, no Centro de Vitória.

(APEES)

AEI NEWS © 2015 Frontier Theme